A câimbra.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

default A câimbra.

Mensagem por frozzenzin1 em Sex Jul 12, 2013 4:57 pm

Boa noite galera do fórum, estou criando esse tópico pois não achei nada do gênero aqui com uma enfase no fórum, e a intenção e ajudar a galera e me ajudar também.


CÂIMBRAS

Câimbras noturnas, câimbras nas pernas, câimbras frequentes, banana para câimbras… Neste texto explicaremos o que é a câimbra, por que ela surge e como fazer para evitar o seu aparecimento.

A câimbra, ou cãibra, é um espasmo ou contração involuntária dos músculos, normalmente muito dolorosa, que pode durar de alguns segundos até vários minutos. A câimbra pode atingir um ou mais músculos de uma vez.

Qualquer músculo de controle voluntário pode apresentar essas contrações. Os mais comuns são:

- Panturrilhas ou gemelares (batata da perna).
- Músculos anteriores e posteriores da coxa.
- Pés.
- Mãos.
- Pescoço.
- Abdômen.

Causas das câimbras
Acredita-se que a causa básica da câimbra seja uma hiper excitação dos nervos que estimulam os músculos. Esta normalmente é causada por:

- Atividade física vigorosa (câimbra pode ocorrer durante ou após o esforço físico).
- Desidratação (importante causa em idosos e em quem usa diuréticos).
- Alterações hidreletrolíticas, principalmente depleção de cálcio e magnésio.
- Gravidez (normalmente a câimbra é secundária a níveis baixos de magnésio).
- Fratura óssea (como autoproteção, os músculos ao redor da lesão se contraem involuntariamente).
- Alterações metabólicas como diabetes, hipotireoidismo, alcoolismo e hipoglicemia.
- Doenças neurológicas com Parkinson, doenças do neurônio motor ou doenças primárias dos músculos (miopatias).
- Insuficiência venosa e varizes nas pernas .
- Longos períodos de inatividade (ficar sentado em posição inadequada, por exemplo).
- Alterações estruturais, como pé chato e o genu recurvatum (hiperextensão do joelho).
- Hemodiálise.
- Cirrose hepática.
- Deficiência de vitamina B1, B5 e B6 .
- Anemia.

Muito se comenta sobre depleção de potássio como causa de câimbras. Na verdade, a hipocalemia (baixos níveis sanguíneos de potássio) pode até causar contrações involuntárias, mas seu principal sintoma é fraqueza ou paralisia muscular. O cálcio e o magnésio são causas mais importantes e comuns de câimbras.

Algumas drogas podem ser a causa das câimbras:

- Diuréticos, principalmente a furosemida (Lasix®).
- Donepezila (usado na doença de Alzheimer).
- Neostigmina (usada na miastenia gravis).
- Raloxifeno (usado para osteoporose e câncer de mama).
- Remédios para hipertensão, principalmente a nifedipina (Adalat®).
- Broncodilatadores para asma como Salbutamol. ( CLEMBUTEROL )
- Remédios para colesterol como o clofibrato e lovastatina.

Em pessoas acima dos 60 anos, câimbras frequentes podem ser sinais de aterosclerose, que leva à diminuição da circulação sanguínea para determinado grupamento muscular por obstrução do fluxo por placas de colesterol.


Como evitar as câimbras?

Para se evitar a câimbra deve ser realizada uma boa sessão de alongamento antes e após exercícios, principalmente para sedentários. Também são importantes uma boa hidratação antes, durante e depois do esforço e evitar exercícios físicos em dias muito quentes.

Existe um grupo de pessoas que apresentam câimbras noturnas, principalmente nos membros inferiores (panturrilha e pés em geral). É habitual estas pessoas apresentam a chamada câimbra noturna idiopática (idiopática significa sem causa aparente). São indivíduos normalmente com história familiar de câimbras e que não se consegue detectar nenhum tipo de alteração que justifique o quadro. Nesse grupo, recomenda-se um programa de alongamento 15 minutos antes de dormir, dar preferência para alimentos ricos em cálcio e magnésio, manter uma boa hidratação ao longo do dia e evitar o sedentarismo. Algumas pessoas precisam de sapatos especiais que evitam contrações involuntárias e câimbras nos pés.

Os alongamentos parecem ser o melhor método para prevenir câimbras, principalmente quando ocorrem nas pernas. É importante salientar que não vai ser de um dia para o outro que o alongamento trará resultados. É preciso pelo menos algumas semanas com alongamentos diários para o músculo ter mais resistência às contrações involuntárias.

Hidratação adequada e alongamentos frequentes resolvem os problemas da maioria das pessoas com câimbras idiopáticas. O melhor modo de controlar o grau de hidratação do corpo é através da cor da urina. Pessoas desidratadas apresentam urina muito amarelada e normalmente com cheiro forte, enquanto que um corpo hidratado produz urina clara e sem cheiro.

Existem alguns medicamentos, como vitamina E, complexo B, verapamil, cloroquina e gabapentina que podem ajudar em casos específicos, mas que só devem ser tomados após avaliação médica.

Água tônica possui pequenas quantidades de quinina uma substância que também parece prevenir câimbras. Existem relatos de melhora das câimbras noturnas após alguns dias ingerindo água tônica à noite.

Câimbras na hemodiálise
Pacientes com insuficiência renal em hemodiálise são um caso à  parte. A câimbra é um sinal de redução do fluxo sanguíneo para o músculo acometido. Em geral ocorre por retirada em excesso de líquidos durante as sessões de hemodiálise ou por doses elevadas de anti-hipertensivos. Pacientes com câimbras que não usam anti-hipertensivos devem aumentar seu peso seco (peso após a sessão de hemodiálise). Aqueles com câimbras, mas que usam remédios para hipertensão, devem tentar suspendê-los ou reduzir a dose, mesmo que a pressão ainda esteja mal controlada.

Banana evita câimbras?
Essa história da banana é um pouco confusa. A fruta é rica em potássio, carboidratos (glicose) e água. Durante o esforço físico existe uma grande demanda dos músculos por energia (glicose). Depois de algum tempo de exercício o músculo depleta suas reservas de glicose e passa a utilizar outros meios para gerar energia. Uma das causas de câimbras é o acumulo de ácido láctico, que é o “lixo” metabólico após a geração de energia com baixa utilização de glicose. Uma boa hidratação ajuda a “lavar” esse excesso de ácido láctico da circulação e evita as câimbras.

Portanto, teoricamente a banana ajuda porque repõe os níveis de potássio, hidrata e fornece energia (glicose) para os músculos. Isso é verdade para câimbras induzidas por exercício. Porém, essa dica não funciona com muita gente. A resposta parece ser individual, mas como banana não faz mal a ninguém, não custa testar.

Complementando.
O mecanismo fisiológico causador das câimbras ainda não está totalmente claro, embora existam algumas teorias com diferentes explicações para a ocorrência da câimbra: a teoria metabólica, teoria da desidratação, teoria eletrolítica e teoria ambiental.

No primeiro caso, de acordo com Turíbio (1999) as cãibras ocorrem pela intoxicação dos músculos por metabólitos (como amônia e ácido láctico) provenientes da atividade contrátil, podendo ser provocada durante ou após o exercício físico intenso ou sem o devido alongamento, pois durante a atividade física o fígado - que é o responsável pela transformação de amônia em uréia e sua posterior eliminação - tem sua atividade reduzida e, conseqüentemente, a transformação de amônia em uréia é diminuída em relação às condições normais de repouso.

Com um maior acúmulo de amônia nas proximidades das fibras musculares e, devido a sua toxidade, pode estabelecer o aparecimento de cãibras musculares. Ainda há também a explicação segundo Fox (2000) do acúmulo de ácido láctico nas células através da realização de exercício de maior intensidade, que libera íons hidrogênio no meio intracelular e estes íons provocam maior acidez neste meio, podendo desta forma afetar o funcionamento adequado das fibras musculares e causar, entre outros distúrbios, as cãibras musculares. Vale destacar que dentre todas as teorias esta é considerada a mais limitada.

A teoria ambiental defende que as modificações extremas no ambiente externo ao organismo, principalmente em relação à temperatura tanto clima quente quanto frio interfere no organismo, podendo desencadear as cãibras, no primeiro, conhecido pela expressão “câimbra induzida pelo calor”, a elevação da temperatura corporal decorrente da combinação do ambiente de temperatura elevada com o exercício físico aumentaria a intensidade de reações químicas que gerariam a contrações musculares mais intensas e involuntárias; já o contrário, em baixas temperaturas, a explicação é dada pelo seguinte mecanismo: em resposta a baixas temperaturas há constrição dos vasos sangüíneos e prejuízo de fluxo sangüíneo para os músculos favorecendo a ocorrência de cãibras.

A teoria da desidratação baseia-se na afirmação de que a perda de água induzida pelo exercício através do suor gera um desequilíbrio nos fluídos corporais e assim pode interferir no mecanismo contrátil dos músculos, provocando sua contração súbita. Segundo Barbanti (1990) a deficiência extrema de água no organismo pode provocar os seguintes efeitos: sangue concentrado, volume sangüíneo reduzido e temperatura corporal aumentada em níveis bastante perigosos, além de afirmar que a água consiste no meio onde todas as reações metabólicas intracelulares acontecem e, no músculo, a falta de água pode deixar o sarcoplasma extremamente concentrado e as reações que acontecem nesta região podem ser prejudicadas, podendo desencadear às cãibras.

Esta teoria explica também a ocorrência destas em pessoas que não praticam atividade física, como as que ingerem altas doses de bebidas alcoólicas rotineiramente,visto que o álcool inibe a liberação do ADH (hormônio anti-diurético) fazendo assim com que a água não seja reabsorvida durante as etapas da função renal e com isso seja excretada do corpo em grandes quantidades, gerando a desidratação e por conseqüência todos os efeitos que a mesma pode proporcionar, já descritos anteriormente. Esta é uma teoria bem convincente e interessante, entretanto, confunde-se com as seguintes, visto que a perda de água pode resultar na deficiência de sódio e potássio.

De acordo com a teoria eletrolítica, o sódio e o potássio são os principais eletrólitos que, quando em deficiência, levam ao aparecimento das cãibras, devido à diferença de concentração destes íons entre os meios intra e extracelular que ocasiona o surgimento de potenciais elétricos que ocorrem nas fibras nervosas e musculares, responsáveis pela transmissão dos impulsos nervosos e pelo controle da contração muscular (Guyton, 1988). Além dos eletrólitos citados, acredita-se que a deficiência de outros eletrólitos como o magnésio e o cálcio também possa desencadear o aparecimento de cãibras musculares, embora não exista comprovação e consenso. É uma das teorias mais completas e mais “aceitáveis”.

O fato é que cada caso é um caso, assim, não podemos nos limitar a defender apenas uma teoria que explique tais causas e abolir as demais teorias, o aconselhável é fazer uma interação de todas as teorias para entender de forma mais ampla a fisiologia e dessa forma poder agir para a prevenção das cãibras:
1) Beba bastante líquido, principalmente durante e após o exercício físico;

2) Faça uso de bebidas eletrolíticas (ricas principalmente em íons sódio e potássio), antes, durante e após exercícios aeróbios - que promovem uma maior perda de eletrólitos pela maior quantidade de suor – a fim de evitar a desidratação. Bebidas recomendadas: água de coco, gatorade, suco de laranja, vitaminas de banana e abacate, suco de pêssego e principalmente o suco de tomate, o mais rico em mg de sódio entre os citados acima;

3) Dê repouso adequado à musculatura após uma sessão de treinamento;

4) Alongue antes e após as atividades físicas;

5) Faça uma dieta balanceada, para garantir a reposição nutricional de eletrólitos;

6) Evite a ingestão de bebida alcoólica em sua rotina diária, se o for fazer, opte por fazê-la raramente.

Caso ocorra cãibra, alongue o músculo em questão, relaxe-o, faça massagem e passe gelo, tais medidas ajudam a aliviar os sintomas.

Fonte¹ - http://www.mdsaude.com/2008/10/cimbras.html
Fonte² - http://fisiculturismo.com.br/mat%C3%A9rias/_/treinamento/tudo-sobre-caibras-e-o-que-fazer-para-evita-las-r510


Última edição por frozzenzin1 em Sex Jul 12, 2013 5:12 pm, editado 1 vez(es)

frozzenzin1
Super Maromba
Super Maromba

Mensagens: 620
Pontos: 657
Reputação: 39
Data de inscrição: 21/06/2013
Localização: Rio das Ostras

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: A câimbra.

Mensagem por ph182 em Sex Jul 12, 2013 4:59 pm

muito bom mano, parabens! Very Happy

ph182
Supino
Supino

Mensagens: 115
Pontos: 146
Reputação: 23
Data de inscrição: 08/07/2013
Idade: 22

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: A câimbra.

Mensagem por frozzenzin1 em Sex Jul 12, 2013 5:02 pm

Vamos la, eu no inicio citei que era pra me ajudar também, porque disso ? eu sinto muitas câimbras, isso é .
-Pescoço
-Maxilar
-Bíceps / Tríceps
-Costela
-Abdômen (essa e foda)
-Panturrilha
-Costas
-Pé

E já foi realizado exames de todos os tipos, e não acusa nada, porem já utilizei SLOW-K, e reduz um pouco porem não 100%.
Bom, deixando o relato e gostaria de saber de vocês se alguem tem, teve, esse tipo de problema.
abç

frozzenzin1
Super Maromba
Super Maromba

Mensagens: 620
Pontos: 657
Reputação: 39
Data de inscrição: 21/06/2013
Localização: Rio das Ostras

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: A câimbra.

Mensagem por frozzenzin1 em Sex Jul 12, 2013 5:03 pm

ph182 escreveu:muito bom mano, parabens! Very Happy

Valeu brother, esse assunto eu acho bem importante, até porque acontece comigo, e nunca tinha visto nada a respeito aqui.

frozzenzin1
Super Maromba
Super Maromba

Mensagens: 620
Pontos: 657
Reputação: 39
Data de inscrição: 21/06/2013
Localização: Rio das Ostras

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: A câimbra.

Mensagem por B.B. em Sex Jul 12, 2013 5:33 pm

Muito loko a explicação ae parabens... eu naum tenho caimbra só quando eu tomo clembuterol e tenho sempre no biceps kkkkk é foda treinar biceps chegar em casa e ir tomar banho rssss... quem chora de caimbra é o strong mano rssss... abraço mano

B.B.
V.I.P.
V.I.P.

Mensagens: 1842
Pontos: 2020
Reputação: 159
Data de inscrição: 28/10/2010
Idade: 26
Localização: São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: A câimbra.

Mensagem por frozzenzin1 em Sex Jul 12, 2013 5:34 pm

é foda bro, eu não consigo tirar a camisa, a esposa tem que tirar pra mim

frozzenzin1
Super Maromba
Super Maromba

Mensagens: 620
Pontos: 657
Reputação: 39
Data de inscrição: 21/06/2013
Localização: Rio das Ostras

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: A câimbra.

Mensagem por frango_gringo em Sex Jul 12, 2013 6:13 pm

muito bom grande. valeu.

eu sofro muito de caimbra mais pela noite. na panturrilha.
comecei a tomar taurina e to de boa

frango_gringo
Franguinho
Franguinho

Mensagens: 48
Pontos: 53
Reputação: 3
Data de inscrição: 21/02/2013
Idade: 32

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: A câimbra.

Mensagem por frozzenzin1 em Sab Jul 13, 2013 7:22 am

frango_gringo, experimenta o Slow-k, compra na farmácia, da uma moral e tanto.

frozzenzin1
Super Maromba
Super Maromba

Mensagens: 620
Pontos: 657
Reputação: 39
Data de inscrição: 21/06/2013
Localização: Rio das Ostras

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: A câimbra.

Mensagem por frango_gringo em Sab Jul 13, 2013 4:25 pm

valeu grande. vou experimentar

frango_gringo
Franguinho
Franguinho

Mensagens: 48
Pontos: 53
Reputação: 3
Data de inscrição: 21/02/2013
Idade: 32

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: A câimbra.

Mensagem por frozzenzin1 em Sab Jul 13, 2013 4:27 pm

depois fala se deu resultado

frozzenzin1
Super Maromba
Super Maromba

Mensagens: 620
Pontos: 657
Reputação: 39
Data de inscrição: 21/06/2013
Localização: Rio das Ostras

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: A câimbra.

Mensagem por brunno_br em Ter Jul 16, 2013 4:54 pm

Cara, Durante meu ultimo ciclo..Atacou umas 3 noites Caimbra na parte posterior da coxa.. acho que foi a trembo
Meu Deus, minha mulher ficava Loka com as Bicas que tomava na madruga o.0

brunno_br
Marombeiro
Marombeiro

Mensagens: 434
Pontos: 510
Reputação: 62
Data de inscrição: 23/06/2013
Idade: 24
Localização: Sao Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: A câimbra.

Mensagem por frozzenzin1 em Ter Jul 16, 2013 4:55 pm

Po brother como eu falei, tenho umas que dura minutos, e porra, dói pra caralho, é difícil passar um dia sem as malditas

frozzenzin1
Super Maromba
Super Maromba

Mensagens: 620
Pontos: 657
Reputação: 39
Data de inscrição: 21/06/2013
Localização: Rio das Ostras

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: A câimbra.

Mensagem por brunno_br em Ter Jul 16, 2013 5:09 pm

Eu tinha apenas durante a noite (madruga mesmo), e apenas na parte posterior das coxas..
gozado de mais haha

brunno_br
Marombeiro
Marombeiro

Mensagens: 434
Pontos: 510
Reputação: 62
Data de inscrição: 23/06/2013
Idade: 24
Localização: Sao Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: A câimbra.

Mensagem por frozzenzin1 em Ter Jul 16, 2013 5:12 pm

Rapaz, já teve no abdômen ? pior local namoral

frozzenzin1
Super Maromba
Super Maromba

Mensagens: 620
Pontos: 657
Reputação: 39
Data de inscrição: 21/06/2013
Localização: Rio das Ostras

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: A câimbra.

Mensagem por brunno_br em Ter Jul 16, 2013 6:41 pm

Não o.0 e nem quero ter HAHA!
As minhas não foram tão graves como a sua imagino..
Eu tinha aquelas caimbras no estilo "Fisgada".. não aquela que te torce a perna, parecendo uma linguá pós infarto e convulsão hehe

brunno_br
Marombeiro
Marombeiro

Mensagens: 434
Pontos: 510
Reputação: 62
Data de inscrição: 23/06/2013
Idade: 24
Localização: Sao Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: A câimbra.

Mensagem por frozzenzin1 em Ter Jul 16, 2013 7:20 pm

mas e dessas ai mesmo,e aquela fisgada mortal

frozzenzin1
Super Maromba
Super Maromba

Mensagens: 620
Pontos: 657
Reputação: 39
Data de inscrição: 21/06/2013
Localização: Rio das Ostras

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: A câimbra.

Mensagem por joaopaulo.gomides.9 em Seg Dez 09, 2013 4:55 am

Elas realmente podem causar problemas

joaopaulo.gomides.9
Franguinho
Franguinho

Mensagens: 16
Pontos: 20
Reputação: 0
Data de inscrição: 27/11/2013
Idade: 22

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum